DE ONDE VEM: TINTAS

Elas estão em todos os lugares: desde as fachadas que enfeitam a nossa residência até o

carro que utilizamos para nos locomover. As tintas – produto utilizado para criar uma

camada de cor específica para objetos – não possuem apenas função de colorir, mas

também são imprescindíveis para proteger objetos ou superfícies.

Componentes

Diluente, resina, pigmentos e aditivos: esse quarteto, quando junto, forma esse produto

especial e quase onipresente. Ainda assim, aposto que não bastou para saciar a curiosidade

do nosso leitor, não é? Então destrincharemos de forma específica:

Pigmento

O pigmento é a identidade da nossa tinta, aquilo que, de fato, dá a cor; é insolúvel e

dividido em duas categorias: pigmentos ativos (conferem a coloração do produto) e os

inertes (utilizados para dar características específicas, tais como o brilho).

Pigmentos variados.

Diluentes

Por ser insolúvel, é necessário utilizar algum solvente para deixar o produto líquido e,

ainda, evitar que ele endureça quando armazenado. Para tal, os diluentes entram em cena.

Diluente para tintas.

Resina

Já a resina tem função de formar uma película protetora, mantendo a tinta fixa e com

brilho, mesmo após a secagem.

Aditivos

Por fim, os aditivos são coadjuvantes que colaboram com as propriedades da tinta,

aumentando sua qualidade; são secantes, espumantes, bactericidas e fungicidas, por

exemplo.


Processo produtivo

Tudo bem, agora você já sabe como são compostas as tintas, correto? Porém, ainda falta

dizer como todos esses produtos são unidos para obter a tinta.

Inicialmente todas as matérias-primas são pesadas de acordo com as especificações da

indústria. Posteriormente, são misturados até transformarem-se numa pasta; nessa etapa,

um agitador de alta velocidade garante que ocorra a dispersão (separação das partículas de

pigmentos e cargas, formando uma única mistura).

Agitador industrial utilizado em indústria de tintas.

Posteriormente, o que sai do agitador é filtrado, retirando partículas indesejadas do

produto.

Equipamento utilizado para filtragem de tintas.

Finalmente a tinta pode ser levada para o envase e rotulagem, estando pronta para o

consumidor final.

linha de produção e envase de tintas.

Gostaram de conhecer um pouco mais sobre esse processo ? Esse é um dos primeiros textos do quadro: De onde vem. Elaborados pelos membros da Equip e Idealizados pelos nossos novos membros Stephane Miranda e Rodrigo Ronchi.

por Rodrigo Ronchi

Por Stephane Miranda

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.