A Neutralidade da ONU

A ONU Meio Ambiente é neutra em carbono desde janeiro de 2008. Na verdade, em torno de um terço das agências das Nações Unidas já alcançaram a neutralidade em carbono. Isso significa que as emissões de gás carbônico geradas por suas atividades foram reduzidas e compensadas por iniciativas para armazenar gases do efeito estufa presentes na atmosfera. As emissões de CO2 respondem por 82% do aquecimento global. O restante é associado principalmente aos gases metano e óxido nitroso, com um potencial muito maior de elevação da temperatura.

A ONU Meio Ambiente alcançou a neutralidade climática por meio de um programa de compensações baseado na mitigação e na aquisição de certificados de redução das emissões em projetos, principalmente na Ásia. Essas diminuições foram validadas pela Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (UNFCCC). Essa estratégia foi combinada a uma redução líquida de 35% em sua pegada climática, o que garantiu a neutralidade do seu impacto sobre as alterações do clima ao longo de uma década. (nacoesunidas.org)

Uma das maneiras de mitigar o carbono gerado por uma organização ou por uma empresa é pelo cálculo da quantidade de carbono emitido pelo órgão seguido pelo plantio de vegetação correspondente para a compensação. Claro que existem outras maneiras como, por exemplo, diminuir os agentes de emissão de carbono pela empresa, ou, como em muitas capitais, fazer um rodízio no uso dos agentes emissores, no caso, os carros. Porém, nem sempre é possível esse tipo de redução, então esse projeto de mitigação pelo plantio de árvores e plantas típicas da região em uma quantidade suficiente para a compensação tem se tornado bem popular.

E você? Tem interesse em adquirir um Selo Verde para sua empresa? Ganhar visibilidade para a seu estabelecimento? Entre em contato conosco por meio do telefone ou mande nos uma mensagem em qualquer mídia social.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *